Badisch-Südbrasilianische Gesellschaft
 

 

Alena Erdel de Neuthard relata sobre estadia em Guabiruba

Para mim ainda não era uma opção iniciar um curso universitário, assim como também não era uma opção fazer um ano de voluntariado na Alemanha, diretamente logo após a conclusão do Abitur (Conclusão do Ensino Médio após o 13º ano). Como durante o meu Ensino Médio tive a oportunidade de participar de um intercâmbio escolar em Brusque, no Sul do Brasil, e pude obter excelentes impressões desta experiência, pensei que também seria uma ótima ideia poder fazer por um ano um intercâmbio na nossa cidade co-irmã: Guabiruba. As questões logísticas foram mais fáceis de solucionar do que inicialmente pensadas. Tanto por parte do lado alemão quanto por parte do brasileiro, muitas pessoas prestativas me apoiaram na minha iniciativa. Assim, em outubro de 2019, embarquei na minha viagem à Guabiruba para ficar por seis meses. Instalei-me na casa da família Zirke que logo me acolheu como uma filha.
 
Entre todas as festas como casamentos e a Oktoberfest, também trabalhei: no jardim de infância “Tia Luisa“ com crianças de quatro meses aos os quatro anos de idade. Aqui também fui logo bem acolhida, e, de tal forma, que o trabalho foi muito gratificante. As dificuldades linguísticas iniciais foram superadas muito rapidamente, porém, quem fala o dialeto regional aqui da nossa região também consegue ir bem longe. Termos e nomes que na verdade na nossa região ninguém conhece mais, são ainda muito usados no dia a dia dos guabirubenses. Por exemplo o “Pelznickel”, que entre as crianças costuma causar medo e terror. Festejar com esta figura o Natal em temperaturas elevadas do verão e passar a virada de ano na praia me fizeram coletar novas experiências de vida.
 
Neste contexto ainda tive a chance de conhecer um pouco da região onde está localizada Guabiruba, como por exemplo as cidades de Curitiba, Blumenau ou o parque temático do Beto Carrero World. No entanto, o meu destaque pessoal foi conhecer as Cataratas de Foz do Iguaçu!
 
O Brasil é um país que com a sua beleza natural e a mentalidade do seu povo acolhedor conquistou o meu coração. Consigo compreender agora perfeitamente porque aqui todos sempre falam encantadoramente do município de Guabiruba. Passei um tempo inesquecível e maravilhoso por lá. Agradeço a todos aqueles que me proporcionaram esta oportunidade e já estou muito feliz em um dia poder retornar.


 

Pelznickel em Guabiruba


 

Alena Erdel com a família Zirke


notícia anterior próxima notícia
voltar ao topo
 
 
    Version 2.81  vom  04.11.2020
© 2020 Badisch-Südbrasilianische Gesellschaft e.V.