Badisch-Südbrasilianische Gesellschaft
 

 

Exposição itinerante em Buchen

Buchen, 19.10.2012- Despertar a curiosidade dos visitantes sobre a época e as aventuras dos pioneiros foi o objetivo do Dr. Lothar Wieser da BSG na apresentação da Exposição Itinerante em Buchen.
Já em 1822 emigraram cidadãos do Odenwald para o Brasil. Muitos adoeceram durante a longa viagem, faleceram a bordo dos navios de emigrantes ou logo após a chegada na nova pátria. Alguns outros também construíram com sucesso uma nova existência. Assim aconteceu com o diplomata Roland Bopp, cujo antepassado, Leonhard Bopp foi para o Brasil num dos primeiros grupos de emigrantes. Seus descendentes são industriais influentes, incluindo a dinastia cervejeira "Cervejera Bopp & Irmãos", em Porto Alegre. Artesãos da Alemanha criaram uma nova classe média. São Paulo ainda é o maior polo de indústrias alemãs fora da Alemanha. A língua dos imigrantes, bem como as suas tradições ainda são preservadas até os dias de hoje, como mostram os documentos da Exposição na prefeitura.
 
O prefeito Burger citou famosos emigrantes de Hainstadter, como o cidadão honorário Gosbert Keller que teve muito sucesso em São Paulo, inicialmente com uma empresa de lentes para óculos e mais tarde com uma fábrica de bordados, sem jamais ter esquecido de sua terra natal. Além disso, a empresa Scheuermann & Heilig estabeleceu-se em 1979 em Atibaia (Brasil).
 
Graças à "Sociedade para a Promoção da Educação e Formação em Agricultura de brasileiros de origem alemã" é possível receber estagiários na propriedade rural Hemberger em Oberneudorf. O relacionamento com o Brasil é preservado até hoje. Os banners e documentos da Exposição, assim como uma lista de nomes dos emigrantes de Baden convidam para uma viagem virtual na história dos aventureiros.
 
Dr. Wieser ressaltou que ficaria muito grato se recebesse mais cartas ou outros importantes documentos de emigrantes para complementar a Exposição.


 

 
Com acompanhamento musical Dr. Wieser da BSG (2. da direita) abriu a Exposição em Buchen . Texto e foto: Blüthner/Fränkische Nachrichten


notícia anterior próxima notícia
voltar ao topo
 
 
    Version 2.85  vom  22.07.2021
© 2021 Badisch-Südbrasilianische Gesellschaft e.V.